quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

20 anos de Esperança e Vida

No dia 11 de fevereiro de 1858, ocorreu em Lourdes, na França, a famosa aparição da Virgem Maria que declarou naquele momento: “Sou a Imaculada Conceição”. Em alusão ao episódio o então Papa João Paulo II, instituiu, em 1993, o Dia Mundial do Enfermo, cujo objetivo é alertar e sensibilizar os governos e a sociedade civil para que os doentes tenham a melhor assistência possível.

Dentro deste contexto cristão, gostaria de lembrar e homenagear uma das mais importantes instituições da cidade de Campinas, que ao longo dos últimos 20 anos se transformou em uma referência no acolhimento e cuidados com as pessoas infectadas pelo vírus HIV/Aids. A Associação Esperança e Vida, fundada e dirigida pelo amigo Robertinho, dede 1990, é um exemplo quando o assunto é o amor e a caridade por aqueles que sofrem, e que tem o trabalho focado na constante busca por uma assistência de saúde de qualidade para os mais necessitados.

E o amor e a caridade são praticados em tempo integral por toda a família Esperança e Vida, que faz questão de receber, sempre, de braços abertos todos aqueles que tomam coragem e batem às portas da instituição. Costumo dizer a mim mesmo que chegar até ali já é o começo da cura e os primeiros passos para uma vida nova, muito diferente, porém possível e mais saudável.

E quando o assunto é assistência, a Esperança e Vida também é um grande exemplo. Possui atendimento médico, enfermagem 24 horas, tratamento odontológico, fisioterapia, serviço de nutrição, serviço social, alfabetização de adultos, laborterapia, inclusão digital, tratamentos para dependência química e de álcool, assistência psicológica pré e pós teste de HIV e serviços de reinserção social.

Isso sem falar na nova enfermaria, que está sendo construída no local, com 27 leitos e equipamentos de última geração, devidamente projetada para receber internações de curta e longa duração e com todos os serviços necessários para o atendimento de pacientes com Aids em fase terminal.

O Robertinho sempre diz que uma das piores coisas que pode acontecer ao ser humano é morrer sozinho, sem assistência física e espiritual, sobre uma maca dentro do corredor de um hospital. O sonho e o projeto Esperança e Vida visam justamente amenizar este sofrimento o oferecer dignidade a estas pessoas quando chega o momento final da vida.

Muitas pessoas torcem o nariz por se tratar de uma instituição que segue à risca os valores cristãos católicos. Mas, contrariando os mais perseverantes críticos, a Associação Esperança e Vida completa 20 anos de luta e conquistas que só mesmo a ação incondicional de Deus pode explicar. E isso é consenso entre todos aqueles que trabalham e entre os que são acolhidos pela instituição. Se fosse necessário, uma verdadeira multidão estaria pronta para dar o seu testemunho da ação milagrosa que o respeito, o amor e caridade, praticados pela Esperança e Vida, são capazes de proporcionar.

E que neste dia tão especial, possamos abrir a nossa mente e os nossos corações para todos aqueles que sofrem em nossa cidade e no nosso País, tomando como exemplo as ações desta instituição cujo segredo está justamente no respeito à dor alheia e na dedicação integral à restauração da saúde dos mais carentes. Parabéns Robertinho, parabéns família Esperança e Vida e a todos aqueles que disseram e dizem sim às suas ações. A cidadania e a dignidade humana têm muito a agradecer a todos vocês.

João Lage

Nenhum comentário: